contador de visitas

Independência da criptomoeda sob ameaça à medida que novos regulamentos tomam efeito

A independência da criptomoeda está sob ameaça e a indústria será testada à medida que novos regulamentos em diferentes partes do mundo entrem em vigor. Os regulamentos destinam-se a agilizar o setor, mas eliminam os riscos associados a moedas digitais, como a fraude.

Novos Regulamentos Colocam a Independência da Criptomoeda no Teste

Há alguns anos, a maioria dos governos, especialmente dos países desenvolvidos, relutava em abraçar criptomoedas e tecnologia blockchain. No entanto, eles perceberam que a onda é muito maior do que esperavam e milhões de pessoas de todo o mundo preferem criptomoedas como o Bitcoin para moedas fiduciárias.

Concisamente, criptomoeda tornou-se muito mainstream para ignorar e negligenciar não é uma opção. Como resultado, agências governamentais e reguladores financeiros criaram regulamentações que visam melhorar o setor. Os investidores que investiram milhares de dólares nas moedas não são alvos não apenas de impostos, mas também de divulgação total de todas as transações que fazem, bem como do registro obrigatório.

Essas regulamentações, apesar de serem destinadas a aumentar a transparência, contradizem alguns dos pontos fortes associados à maioria das criptomoedas, como autonomia e privacidade. Por exemplo, as trocas de criptomoedas 246 na Austrália foram registradas entre abril 2018 e janeiro 2019. O movimento foi saudado pelas próprias bolsas e especialistas em criptografia, uma vez que aumentaria a credibilidade.

independência criptomoeda

Tais desenvolvimentos são um sinal da direção que a indústria de criptomoedas está tomando. A maioria dos líderes do setor tem a ideia de que a invasão regulatória é um passo importante e significativo para a respeitabilidade. Está se tornando cada vez mais o preço que a comunidade da criptomoeda tem de pagar pela incorporação ou melhor assimilação na economia convencional e na indústria financeira.

O objetivo principal dos visionários de criptomoedas principais ao criar e advogar por criptomoedas era dar aos usuários liberdade, democracia, autonomia e autoridade. A nova geração de proponentes da criptomoeda acolhe os regulamentos. Para eles, os regulamentos resolverão os problemas de confiança que afetaram o setor por muitos anos.

Exemplos de países que revistaram suas leis financeiras e seus instrumentos reguladores para controlar moedas digitais incluem os Estados Unidos, o Japão, a Malásia, a União Européia e a Austrália. Será interessante ver como esses regulamentos afetarão a indústria e quanto do que tornou as criptomoedas tão populares e atraentes permanecerão.

Em sua proposição há dez anos, Satoshi Nakamoto afirmou que o principal problema com a moeda fiduciária é a magnitude da confiança necessária para garantir que ela funcione. Bilhões de pessoas confiam nas instituições financeiras que manterão suas informações pessoais privadas, confiando nelas para que não permitam que ladrões de identidade drenem suas contas. Criptomoedas destinam-se a amortecer os usuários contra esse tipo de risco.

O setor de criptomoedas evoluiu e mudou

Durante um recente entrevista com ABCMichael McCarthy, o atual estrategista chefe da CMC Markets, afirmou que a criptomoeda se moveu a partir do fundamentalismo autônomo defendido por seus pioneiros. Os atuais proponentes buscam garantir a segurança adotando a regulamentação.

Uma das principais plataformas de negociação de ativos digitais na Austrália, a Independent Reserve, observa que as regulamentações sobre criptomoeda facilitarão e tornarão possível a entrada da indústria na indústria financeira predominante.

Qual a sua opinião sobre esses regulamentos? Eles representam um perigo para a independência da criptomoeda? Compartilhe conosco na seção de comentários e não deixe de ler outros notícias frescas de criptomoedas Aqui.

anterior "
Próximo »